Comunicado sobre Queixa à Provedoria de Justiça


A candidatura do PPM à Câmara Municipal do Porto, na pessoa do seu cabeça de lista, fez uma queixa à Provedoria de Justiça relativa à inércia da Comissão Nacional de Eleições e Entidade Reguladora da Comunicação Social nas últimas eleições autárquicas para a Câmara Municipal do Porto.

Durante os últimos meses mostramos, por dezenas de ocasiões, uma enorme desilusão pela profunda injustiça democrática, gigantesca desigualdade de tratamento pelos principais meios de comunicação social e consequente ignorância generalizada da existência da nossa candidatura.

Os órgãos de supervisão das eleições fracassaram, a presidência da república e da assembleia da república fracassaram, os grupos parlamentares e municipais fracassaram, os principais meios de comunicação privados fracassaram, assim como os valores democráticos que são a base da nossa sociedade e do estado de direito.

Alertamos para a urgente necessidade de uma alteração no regime republicano, através de uma reforma que deve ser tudo o que as eleições autárquicas no Porto não foram: plural, democrática e participativa. Nos próximos tempos iremos dar a conhecer as nossas propostas concretas e incentivaremos a participação dos cidadãos comuns, para além dos partidos, lobbies ideológicos e grupos de interesse económicos.

Não esgotamos aqui a nossa revolta pelo que sucedeu nas autárquicas do Porto e iremos fazer novos procedimentos nos próximos tempos.

Porto, 4 de Outubro de 2021


Diogo Araújo Dantas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: